Seguidores

terça-feira, 25 de setembro de 2007

Matéria no Estadão (24/09/2007)

24/09/2007

Seriados que não estão na TV












EDUARDO NICOLAU/AE
SUBINDO - Seriado `Conversas de Elevador´ já tem mais de 20 episódios e mostra como a convivência no elevador pode ser constrangedora

Profissionais e amadores encontram na web a possibilidade de criar séries curtas, e aos poucos ganham audiência


Gustavo Miller


Quando se fala de vídeo online, logo se tem a imagem de algo engraçadinho e tosco, com menos de um minuto de duração. É o garoto que enfiou um garfo no nariz, é a menina que consegue mexer as orelhas sem as mãos. Mas parece que essa fase passou e os filmes criados para a internet chegaram a um novo patamar de produção.

Um exemplo dessa evolução são as séries online, seriados criados para serem vistos na telinha do computador. É algo muito recente, principalmente no Brasil, mas a julgar pelos primeiros exemplos que já pipocam na rede, as expectativas para o futuro são promissoras.

Aqui mesmo em terras tupiniquins já há produções bacanas. Uma delas é o seriado Conversas de Elevador. Escrita e protagonizada pelo ator Felipe Reis, de 25 anos, a série tem como mote o elevador do prédio de Edgar (Felipe). A cada programa, o personagem principal tem de dividir o elevador com um vizinho. E aí rola aquela clássica situação de desconforto: um sorrisinho amarelo, pergunta sobre se vai chover, etc.

A idéia é simples, o roteiro é muito bem pautado e, como cada episódio traz um novo condômino, personagens novos são criados sem parar, o que não tira o pique da história. Estão todos lá: a gostosona que mora na cobertura; o atleta que entra no elevador após jogar uma partida de basquete, empesteando o lugar com aquele cheiro de suor (vulgo CC); o velhinho que é simpático até demais...

"Sou ator formado e, devido à falta de oportunidades de emprego na área, pensei em fazer algo para mim mesmo. Conversando com o meu irmão menor, pensamos em fazer uma `zoeirinha´ com o elevador do prédio. Quando o primeiro episódio ficou pronto é que vimos que ali tinha uma série", diz Felipe.

Nos primeiros episódios, ele chamava os seus amigos atores para gravar. Com o sucesso, os amigos desses atores começaram a querer participar. Hoje são realizados testes com internautas que pedem para atuar. É o tal espírito coletivo que impera no mundo virtual.

4 comentários:

Piá Minghini disse...

Graaaaaaande Edgar sempre mostrando em que andar vai!!
Boa esta abertura no estadão tomara que continue assim e que possa cada vez mais abrir mais portas!!
a propósito:
"Sobe"

Episódio de Hoje... disse...

"Sobe, sim senhor!"

Paolo disse...

Prezado Edgar, te informo que agora "Conversas no Elevador" és também matéria na mais importante revista de Itália, Panorama!!!
http://blog.panorama.it/culturaesocieta/2007/10/05/le-nuove-telenovelas-fatte-in-casa-e-distribuite-on-line
Parabéns

Episódio de Hoje... disse...

Cara, acabei de ver este link!!
Sensacional!

Muito obrigado por me dar o toque.
Valeu mesmo.